Paz selada entre Moro e Maia: O pacote anticrime caminhará. A grande mídia perde.

Sérgio Moro e Maia

Após dias de tensão, parece que finalmente está havendo um consenso entre a câmara e demais membros do congresso, em especial Rodrigo Maia.

 A mídia explorou a coincidência da prisão do sogro de Rodrigo Maia com as cobranças de Moro para a votação das propostas na área criminal, dando a entender que tudo teria sido feito propositalmente. O que é um contrassenso e não tem a menor lógica. Mas, no calor do momento, tal fato serviu como lenha para ‘aquecer ânimos’.

O fato é que a mídia tem trabalhado 24 horas por dia com a finalidade de desestabilizar o governo. Cada palavra, cada frase, cada anúncio é distorcido com claros objetivos de jogar uns contra os outros.

A “grande teta” acabou, e a guerra está declarada. Vários jornais estão em plena crise financeira, como já noticiamos aqui. Por isso a “aposta total” na derrubada do governo, como única forma de “voltar aos velhos tempos”, em que a grande mídia mamava bilhões de reais por ano em gastos governamentais.

Que quebrem.

 

 


 

IRAN PORÃ MOREIRA NECHO (15/11/1970), é advogado formado na Universidade Mackenzie, com extensão em Samford-EUA, atuou como advogado interventor em Liquidações Extrajudiciais pelo Banco Central, foi membro do Tribunal de Ética do OAB/SP (acusação), foi membro do  Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP, sócio no escritório de advocacia Moreira Necho e Santos Couto Advogados, presidente do IBRIM – Instituto Brasileiro Imobiliário e fundador do Movimento Direita Livre, em 2013.

 


 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK:

 

 

<p style=”text-align: center;”