O trabalho conjunto do Exército Brasileiro e as Forças Israelenses na busca por sobreviventes e corpos. (E as MENTIRAS DA REDE GLOBO)

Exército Israelense e Brasileiro trabalhando em conjunto.

Antes de iniciarmos a análise dos fatos, é preciso dizer que É UMA VERGONHA a narrativa divulgada pela (tinha que ser) REDE GLOBO de que os equipamentos israelenses são “inadequados”. Como sempre, a mídia esquerdista deste país tenta de todos os modos denegrir tudo aquilo que se refere ao governo Bolsonaro e qualquer país não-esquerdista.

O EQUIPAMENTO É ADEQUADO SIM ! São scanners que conseguem achar calor mesmo a vários metros de profundidade. Ou seja, se houver uma única chance de vida, os Israelenses conseguirão achar. O mais engraçado é um BOMBEIRO afirmar que “há poucas chances de achar sobreviventes e que estatisticamente, gente que sobrevive depois de várias dias são ‘pontos fora da curva’… “.

 

Eu pergunto, e se fosse a mãe desse bombeiro? A filha? Será que ele diria o mesmo, DESSA FORMA? Ainda que a chance de achar gente viva seja UMA em um MILHÃO, deve se fazer todo o esforço necessário para se encontrar tais pessoas. Por isso é INACREDITÁVEL que um bombeiro, que é treinado não apenas para salvar vidas, MAS PARA TER UM MÍNIMO DE SENSIBILIDADE COM O SOFRIMENTO ALHEIO, tenha dado essas declarações. Por isso, aos irmãos Israelenses, peço desculpas em nome do povo brasileiro, e de todos os que ainda estão na lama, clamando para serem resgatados. 

 

Toneladas de equipamento israelense foram enviadas para auxliar

Vergonha brasileira à parte, e campanha difamatória da Globo à parte, o Exército Brasileiro está trabalhando em conjunto com as forças armadas israelenses, nessa luta contra o tempo. De fato, nossas forças armadas tem longa experiência em trabalhar em conjunto, em especial em missões humanitárias. Como foi o caso recente do Haiti, em que nossas forças armadas não apenas ajudaram aquele país, como ainda ganharam grande experiência, que hoje é muito útil.

É preciso deixar claro que essa ajuda internacional é comum em todo mundo civilizado. Ora, se o Brasil, tantas vezes, mandou nossos militares para ajudar em casos de calamidade pública de outros países, não há mal algum em recebermos o mesmo carinho e humanidade de volta, em especial de países amigos, como é o caso de Israel, com quem temos laços de longa data, em especial no campo tecnológico e militar.

 

 

Israelenses e brasileiros, juntos.

O embaixador israelense no Brasil , Yossi Shelley, defendeu a efetividade da tecnologia empregada em Brumadinho (MG). “Começamos os trabalhos hoje cedo e até agora ajudamos a resgatar 15 corpos na lama. Não viemos disputar quem é mais forte. Queremos ajudar as famílias, o calor do corpo é o calor da terra. Então nesse caso não funciona. Mas trouxemos, por exemplo, um sonar que pode detectar o corpo, fazer imagem dos corpos na lama….Estamos todos trabalhando juntos com os bombeiros, com a polícia, com o Exército. Queremos acabar as buscas rapidamente. Ficamos tristes em escutar esse tipo de bobagem de pessoas com raiva”.

 

Exércitos Brasileiro e Israelense, trabalhando em conjunto.

 

 

Desde a noite desse domingo, 27 de janeiro, o Comando Militar do Leste, por intermédio da 4ª Região Militar, sediada em Belo Horizonte (MG), vem prestando apoio logístico aos militares israelenses que chegaram à região para trabalhos de busca e salvamento. Esse apoio inclui:

 

 

 

 

  • emprego de cinco helicópteros da Aviação do Exército, de modelos variados, para utilização pelas equipes de buscas;
  • alojamento e alimentação para cerca de 130 pessoas;
  • alojamento, alimentação e apoio veterinário para cães farejadores;
  • transporte e acondicionamento de todo o equipamento (aproximadamente 16 toneladas), por meio da montagem de um depósito de campanha em Brumadinho;
  • Instalação de cozinha de campanha para a confecção de alimentação na área de Brumadinho;
  • alojamento e alimentação aos intérpretes designados.

Esse trabalho conjunto apenas enobrece os laços que temos com nossos irmãos de Israel. 

Por fim, cabe salientar que há anos o Exército Brasileiro dá um bom exemplo, através do programa de conformidade ambiental, que pode ser lido aqui na revista do exército.

Veja abaixo um vídeo da Força Aérea fazendo resgates na região de Brumadinho:

Outro emocionante resgate pode ser conferido abaixo:

 


 

IRAN PORÃ MOREIRA NECHO (15/11/1970), é advogado formado na Universidade Mackenzie, com extensão em Samford-EUA, atuou como advogado interventor em Liquidações Extrajudiciais pelo Banco Central, foi membro do Tribunal de Ética do OAB/SP (acusação), foi membro do  Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP, é presidente do IBRIM – Instituto Brasileiro Imobiliário e fundador do Movimento Direita Livre, em 2013.


 

 

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: