Após GREVE de 9 dias na REDE GLOBO, 15 jornalistas são demitidos (redução de salário de 40%)

 

E a decadência da Rede Globo continua ladeira abaixo. Desde que o governo cortou a mamata, em que TV’s recebiam BILHÕES em publicidade, o ódio jornalístico se voltou contra o presidente, que é sempre retratado da pior forma possível, ainda que seja tomando um simples copo de água. Isso tem uma razão de ser. Sem “mamata”, sem “tetas”, os “democratas da comunicação” deixam de encher os bolsos, e isso acaba afetando, obviamente, alguns ‘artistas’ (parasitas da Rouanet) e jornalistas.

A última notícia agora é que, após uma greve de 9 dias, em razão da diminuição salarial de 40% (feita sem negociação) na afiliada da Rede Globo de Alagoas (pertence ao senador Fernando Collor de Mello (PTC), ocorreu a demissão de pelo menos 15 jornalistas ontem, na sede da empresa em Maceió.

Os profissionais foram demitidos logo após o retorno da greve, e trabalhavam nas emissoras TV Gazeta de Alagoas, afiliada da Globo, TV Mar, canal de televisão a cabo, e no portal G1, todos pertencentes ao sistema Globo de Comunicação.

Interessante que uma Rede de Comunicação que se pauta por ser esquerdista e lutar pela “ética profissional” tenha feito demissões em descumprimento à determinação do TRT (Tribunal de Justiça do Trabalho) da 19ª Região que garantiu a estabilidade dos jornalistas que participaram da paralisação pelo período de 90 dias…


Clique agora no ícone abaixo, e apoie nosso site.


Izaias Barbosa, presidente do Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, disse que as demissões são uma retaliação à greve e as demissões são ilegais. Diretoria e departamento jurídico do sindicato se reuniram com os jornalistas demitidos e irão ingressar com ação judicial pedindo a readmissão dos jornalistas demitidos.

Veja o vídeo:

 

Assim, caros amigos, o que se vê é que TODA UMA ESTRUTURA de mídia sobreviveu por DÉCADAS sustentada pelas gordas ‘tetas’ dos governos, que deixavam de investir em educação e saúde, apenas por medo de serem sabotados pelos “donos da comunicação” (que é exatamente o que fazem agora, com o Presidente).

No atual momento, ainda que “balançados” (sem grana fácil) pelo primeiro presidente honesto em décadas, os donos da “comunicação ARCAICA” (sim, agora temos internet) ainda apostam suas fichas no “tudo ou nada”, em derrubar o governo, e lá colocar um fantoche, como sempre fizeram.

É uma aposta arriscada, e fruto da arrogância de quem mandou neste país, por tantas décadas. Mas o “tudo”, no que depender de nós conservadores, em breve será “nada”…


Esta matéria é FAKE ou FATO?
Vá no google e use os termos: greve rede globo alagoas 2019

Direitalivre: a visão é conservadora, mas os fatos são reais.


 

IRAN PORÃ MOREIRA NECHO (15/11/1970), é católico apostólico romano, advogado formado na Universidade Mackenzie, com extensão em Samford-EUA, atuou como advogado interventor em Liquidações Extrajudiciais pelo Banco Central, foi membro do Tribunal de Ética do OAB/SP (acusação), foi membro do  Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP, sócio no escritório de advocacia Moreira Necho e Santos Couto Advogados, presidente do IBRIM – Instituto Brasileiro Imobiliário e fundador do Movimento Direita Livre, em 2013.

 


 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: