18 medidas e promessas cumpridas em um único dia por Bolsonaro. “Nunca antes na história desse país…”

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou hoje pela manhã 18 atos normativos em cerimônia para comemorar os cem dias de governo. Uma dessas medidas é a revogação de 250 decretos com a eficácia já prejudicada na legislação atual, algo que será fantástico para diminuir o chamado “custo Brasil” e tornar mais seguros e menos burocráticos os investimentos no Brasil.

Uma grande medida é a e a regulamentação do ensino domiciliar, que permitirá que os pais possam educar seus filhos em casa, especialmente nos casos de regiões que estejam tomadas pelo comunismo ou más companhias e que não tenham boas escolhas para os filhos. Com essa medida, o ensino cristão/conservador estará garantido e o velho conhecido professor comuna/maconheiro ficará com menos vítimas para transformar em zumbis.

Outra medida, que durante décadas ex-presidentes prometeram e jamais cumpriram foi (promessa de campanha) o projeto de lei complementar que propõe a autonomia do Banco Central. Algo espetacular, pois permitirá que tenhamos mais estabilidade econômica, e forcará os futuros governos a ter mais responsabilidade fiscal.

O Ministério da Cidadania oficializou hoje, também (além das 18 medidas), o anúncio do 13º salário para beneficiários do programa social Bolsa Família.

Não me recordo, em toda minha vida, de ter visto tantas medidas austeras e positivas para a Nação (e não para grupinhos de empresários ou políticos) em tão pouco tempo.

Estamos mesmo em uma nova era.

 

 


 

IRAN PORÃ MOREIRA NECHO (15/11/1970), é advogado formado na Universidade Mackenzie, com extensão em Samford-EUA, atuou como advogado interventor em Liquidações Extrajudiciais pelo Banco Central, foi membro do Tribunal de Ética do OAB/SP (acusação), foi membro do  Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP, sócio no escritório de advocacia Moreira Necho e Santos Couto Advogados, presidente do IBRIM – Instituto Brasileiro Imobiliário e fundador do Movimento Direita Livre, em 2013.

 


 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: